terça-feira, 10 de janeiro de 2012

A IGREJA, O PAPA E SEUS MANIFESTOS SOBRE HOMOSSEXUALIDADE!

Que não fique debaixo do tapete os casos de pedofilia, relações homossexuais e ainda flertes sexuais denunciados: todos vindos de porões da Igreja.


Algumas Instituições, fechadas em seu pseudomoralismo acham que alguns seres humanos, diferentes da “maioria”, num belo dia da vida, sem nada pra fazer, por pura distração, escolheram ser isso ou aquilo. Que “engano consciente”, uma vez que sabemos que a vida em sua plenitude se dá pelas diferenças, e ainda, que ninguém pode negar sua essência, já disse uma vez em um de meus textos.
O que é patético e não me proponho a discutir porque meus estudos me amparam são os “achismos” propostos por convenções religiosas de cunho homofóbico que a homossexualidade sugere e determina matança, “ caça as bruxas” ou qualquer tipo de postura ridícula no sentido de categorizar o homossexual que, só para lembrar: é ser humano!
Causa-me estranheza a posturas de Vossa Santidade o Papa em seus apontamentos a respeito do assunto:
- Todos assistimos e temos acesso a arquivos verídicos de casos de pedofilia, relações homossexuais e ainda flertes sexuais denunciados em rede televisiva: todos vindos de porões da Igreja. E aí, quem vai para a fogueira caríssimos?
A condição sexual não desenha o caráter de ninguém, mas seus históricos pessoais: tanto homossexual quanto heterossexual, ou sei lá quem pode ser ladrão, corrupto, hipócrita e talvez, MAL RESOLVIDO CONSIGO MESMO.
- O Santo Papa precisa ficar de olho em seus membros eclesiásticos, pois as denúncias não param: tem-se brotado em todos os cantos do mundo casos absurdos de abusos em massa, lembrando: a sexualidade de uma forma ou de outra se manifesta, assim: olhar o cisco no olho do outro é feio!
- E Deus, sim o Deus que é Pai do Universo e cujo nome se manifesta de acordo com cada crença, que este não Lhe presenteie com um filho (a), ou parente próximo homossexual, porque desta forma verá a hipocrisia da Sua Igreja e a dor de apontar o semelhante que é derivado Seu.

Por favor, que fique bem claro não estou aqui pautando nada mais que RESPEITO MÚTUO, e não esqueçam que aquele homossexual que passa na rua e serve de chacota para você, que este SER HUMANO é resultado da sociedade que você projetou, talvez tenha se construído como pode dentro da intolerância vivida! Não veja o cisco no olho do outro...CUIDADO, MUITO CUIDADO, ele pode estar também no seu!

Em tempo: Que tal os padres casarem para ajudar a dar continuidade ao crescimento populacional derrubem o celibato, ideia interessante!