domingo, 19 de fevereiro de 2012

HEBE CAMARGO: QUE GRACINHA...EU APRENDI...



Sabe que gosto de algumas frases lançadas pela querida Hebe Camargo, EXPLICO: tenho assistido tanta falta de humildade, tenho visto tanto nariz empinado, tenho tentado me esquivar da “roda” do arranque o tapete não querendo acreditar nos apontamentos maldosos que ouço, e ainda para arrematar, assisto tanta gente falando daquilo que desconhece que nesses momentos aprendi a respirar fundo, e me recordando de uma fantástica marca de Hebe Camargo digo, a mim mesmo: QUE GRACINHA! E penso, quantas manifestações da mais pura, limpa e refinada hipocrisia. Fôlego, socorro, salve Porto (2002), minha aliada da psicopedagogia quando diz que a aprendizagem humana como fenômeno que se constitui permanentemente pelas inúmeras situações que o mundo problematiza deveria nos levar a buscar asas para voar e não gaiolas para trancafiarmos aqueles que já estão em pleno ar.
Assim, quando nos depararmos com situações deste porte vamos buscar sempre possibilidades de nos imunizarmos de qualquer sinal de negação da condição humana!