quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

DA COVARDIA CONTRA OS ANIMAIS, NOSSOS IRMÃOS DE CASA UNIVERSAL



( Os cães e o acontecido em São Francisco de Assis)
Acompanhando as últimas notícias não me causou espanto, porque sei do que o ser humano é capaz, mas sim tristeza, fissuras profundas em minha percepção de mundo ao deparar-me com o horror da chacina ocorrida em São Francisco de Assis referente à massa de cães mortos, digo, assassinados, e logo, minha reflexão é pontual como fecha: quem é capaz de tamanha crueldade com nossos irmãos de Casa Universal (Planeta), é capaz de praticar qualquer ato maldoso, perverso com qualquer identidade viva, incluindo aqui, seu semelhante.
Lendo um texto de Boff chamado: “Magistério do Universo” lembro que deixa claro a falta de entendimento que temos sobre a ideia de pertencimento, de conexões vitais, o que nos faz pensar que atitudes carregadas com o fel da amargura não vão desencadear uma reação próspera junto ao próprio Universo como Sistema Vivo e Dinâmico que nos rege.
Nossos irmãos de Casa Universal, também inquilinos como nós não podem ser tratados como coisas descartáveis que podemos negar a qualquer momento como se fossem “coisas” condenadas pela sentença de alguns medíocres sem leitura de mundo.
Meu alerta: Nossa Casa Universal está gritando em ecos seu cansaço com nossas peripécias maldosas com nossos semelhantes e agora também como nossos irmãos de condição terrena.
Por fim, vamos recordar de Einstein: “Não jogue uma bola azul esperando uma amarela, pois o que voltará será a bola azul que você jogou.
O Universo não se apieda, apenas devolve e transfere!”
Fiquemos em alerta e vamos denunciar toda e qualquer hipocrisia e crueldade humana!