terça-feira, 11 de março de 2014

DESELEGÂNCIA É OFERTA, ELEGÂNCIA É ESCOLHA!




A elegância do comportamento assim como o princípio de civilidade nasce dos valores que trazemos conosco e ainda que se configuram em atitudes quando interagimos com o outro diante do mundo em suas manifestações sociais. Creio na sentença que ousei adaptar: “DESELEGÂNCIA É OFERTA, ELEGÂNCIA É ESCOLHA” disto estou certo. Sou e estou conhecedor das múltiplas possibilidades que vivemos todos os dias com pessoas, muitas, cada uma com sua estrutura interna aparelhada, na sua maioria para agredir, gritar, empinar o nariz, fazer cara feia, desaprovar o tempo todo, dizer que não vai dar certo, se julgar sempre numa posição superior, enfim para encontrar uma forma de serem ríspidas com o outro. 

Realmente a DESELEGÂNCIA esta em oferta, é só se associar, fazer fileira, pegar a senha, registrar-se no ponto, por fim, quantas pessoas que conhecemos prontas em conduta para serem “amargas” o que é deprimente, pois desta forma o sujeito deselegante não evolui, não prospera, uma vez que tudo aquilo que sinaliza para o outro renasce para si, talvez até em outra forma, mas se revela, o que é fato. 

Então o que dizer da ELEGÂNCIA como escolha, pessoas elegantes geram cortesias com suas ações, constroem uma visão generosa e esperançosa diante dos desafios, não agridem mesmo vivendo o fel da hipocrisia, assim é, pois estas raridades entendem que se a Lei do Retorno está estabelecida toda a civilidade investida é manifestação de crescimento, de evolução existencial. 

Assim nos cabe assumir definitivamente que, DESELEGÂNCIA É OFERTA, ELEGÂNCIA É ESCOLHA!