sexta-feira, 2 de março de 2012

APRENDENDO COM ADELE...



Adele falou em entrevista à revista "Vogue" sobre a relação com o corpo. Gordinha, a cantora inglesa de 23 anos afirmou que não pretende passar a vida inteira brigando contra a balança, e que suas curvas volumosas nunca foram um problema. "Eu gosto de ser assim, sempre gostei. Conheço pessoas que deixam este tipo de coisa controlar suas vidas (...) não quero isso para a minha vida, disse a cantora. Isso simplesmente nunca foi um problema para mim.” Fonte de suporte: http://vilamulher.terra.com.br/ 

APRENDENDO COM ADELE: Em sua fala Adele nos revela uma incrível lição, que deve ser postada para que pensemos bem quando formos trocar “neurônios” por “ um corpo vazio” mas aprazível aos olhos por estar dentro do modelo de beleza que “ comemos” na ceia que a sociedade de consumo nos oferece. Nossa querida Martha Medeiros revela que em uma experiência profissional com um “belo” rapaz: depois de cinco minutos de conversa queria cortar os pulsos de tão oco que o sujeito era, se resumia então, apenas com um bom verniz.  Pergunto-me, vale a pena trocar conteúdo humano por estereótipos de beleza que nos entregam em casa e enfiam em nossas cacholas?  Claro que se uma pessoa celebrar inteligência e beleza num mesmo corpo será sempre uma graça, uma benção, mas se tiver que escolher cuidado: creio que seja preferível um nariz torto de cabeça bem feita. 
CELEBREMOS A DIVERSIDADE, RESPEITANDO AS DIFERENÇAS HUMANAS!