quinta-feira, 18 de outubro de 2012

EDUCAÇÃO MUNICIPAL: DESAFIOS E PERSPECTIVAS...


O Movimento constituído chamado “Educação Para Todos” tem trazido a baila grandes desafios para todas as esferas educacionais uma vez que nos convida a perfilarmos de maneira ainda mais efetiva uma atividade educativa que atenda a especificidade de cada aluno assegurando-lhe o seu legítimo lugar de sujeito enquanto identidade da aprendizagem. Neste sentido os Sistemas Municipais de Ensino (SME) têm buscado, atendendo as diretrizes legais para o Ensino Fundamental, observar atentamente todas as ferramentas externas validadas para cercar o processo pedagógico no que tange a ideia de mensurar, se isto é possível, o fenômeno do ensinar e do aprender. As avaliações externas, os programas voltados ao Letramento e as Matrizes de Aquisição das Múltiplas Linguagens são sinalizadores do quanto as Secretarias Municipais de Educação de todo o país deverão estar muito bem articuladas tecnicamente para atender a expectativa nacional do famoso processo da educação de qualidade, o que deve garantir que o aluno conclua o Ensino Fundamental dominando todos os conhecimentos pertinentes a esta modalidade de ensino, o que sabemos que tem se constituído num grande desafio junto as Escolas Fundamentais, que além de reverem os percursos metodológicos, deverão revisitar todo o próprio currículo escolar, para assim então problematizarem os conteúdos de aprendizagem propostos. A perspectiva que se eleva a categoria de reflexão sustenta a matriz possível de se constituir políticas públicas municipais que valorizem a figura docente, ofertem suporte pedagógico para esta estabelecida transição educativa, regulamentem novas possibilidades para o currículo escolar e ainda auxiliem a gestão educacional na condução deste fantástico, porém complexo fenômeno da aprendizagem.

( Uma boa literatura sobre o assunto em xeque)

Apenas reflexões de um professor da Rede Municipal de Ensino!